quarta-feira, 2 de maio de 2012

...

Às vezes sinto-me assoberbada pela vida...ultrapassada pelas circunstâncias, sinto que não estou à altura dos desafios, sinto-me sozinha... e depois uma coisa tão simples como abrir um armário e sentir um cheiro tão familiar, faz com que eu veja que afinal as borboletas continuam lá...